Skip to content Skip to footer

Dicas de Barcelona

Introdução
Com certeza a cidade de Barcelona é uma das metrópoles mais interessantes da Europa. Se eu pudesse escolher um lugar para viver, Barcelona seria uma grande opção. Existem guias e mais guias sobre a cidade. Na primeira viagem que fiz, usei o guia da Folha, que você adquire facilmente nas principais livrarias. Faça o mesmo. Lá você encontrará informações detalhadas sobre os principais eventos. Por outro lado, a ideia deste rápido texto é compartilhar com os amigos do site algumas dicas pessoais que considero valiosas e que facilitarão a visita dos marinheiros de primeira viagem. Não tenho a intenção de esgotar o assunto, mesmo porque não teria competência para tal.

Quantos dias ficar lá?
No mínimo quatro dias, talvez o ideal seja uma semana. Obviamente tudo dependerá da sua disponibilidade de tempo. A cidade é muito rica em monumentos e passeios, assim explore ao máximo seus encantos.

Programe sua viagem com antecedência e o mais importante: compre os ingressos online!
Aqui talvez seja a melhor dica. A cada ano a cidade recebe mais e mais visitante. Todos os monumentos são cheios e com filas intermináveis. Todos, sem exceção. Assim, compre os ingressos com antecedência pela internet. Você economizará muitas horas do seu precioso tempo e otimizará sua viagem. Todos os grandes pontos turísticos têm seu próprio site explicativo e que permite a compra de entradas online. Basta um busca rápida no Google.

Ótima porta de entrada para a Europa
Desde 2015, a LATAM tem voo direto para Barcelona, saindo diariamente de São Paulo, uma ótima opção para chegar ao continente europeu. Os preços das passagens aéreas são bons, o aeroporto de Barcelona é moderno e não é tumultuado, e a imigração é rápida e sem maiores burocracias. Outro ponto positivo: Barcelona fica a pouco mais de 100 km da fronteira com a França.

Transporte
A cidade tem uma malha metroviária invejável. E melhor, sem maiores dificuldades para seu uso. Entretanto, sugiro o uso do serviço de táxi: altamente disponível (talvez o maior número de táxi por habitante das cidades que já visitei), barato e de ótima qualidade. Realmente vale a pena. Em virtude disso não usei o Uber em Barcelona e não tenho informações sobre o serviço.

Hotéis
Barcelona oferece inúmeras opções de hospedagem, mas vou citar apenas um hotel: o Renaissance ( Carrer de Pau Claris, 122, 08009, Eixample, Barcelona). O Hotel tem localização impecável, perto de tudo e o preço não é tão salgado. Se você não puder pagá-lo, opte por um hotel próximo, pois a localização é realmente fantástica. É possível visitar os principais os monumentos a pé. O hotel fica a apenas um quarteirão de uma das principais vias do bairro mais importante de Barcelona: avenida Passeig de Gràcia.


A cidade

Basicamente, poderíamos dividir a parte central da cidade em três grandes bairros: a cidade histórica, o bairro Eixample (a parte nova) e o Montjuic (a parte alta). Existe ainda a região litorânea da cidade com destaque para o Port Olímpic e a praia de Barceloneta (aldeia de pescadores). O Port Olímpic é uma área beira-mar que foi totalmente recuperada para os Jogos Olímpicos de 1992. Aliás, neste ano de 2017 completou-se 25 anos do evento que, definitivamente, colocou a cidade em outro patamar de desenvolvimento.

Antoni Gaudí
Para mim, o ponto de destaque da cidade é a arquitetura. E Gaudí é o grande nome dos monumentos de Barcelona, um dos principais mestres do modernisnmo. Não deixe de visitar suas principais obras: a Casa Batlló, a Casa Milà (La Pedrera), o Parc Guell (parque privado e que requer ingresso para sua visita) e a estonteante igreja da Sagrada Família (até hoje inacabada).  Não dá para deixar de visitá-los, cada um com suas peculiaridades. E não se esqueça de comprar seu ingresso com antecedência. No guia que citei você tem informações detalhadas sobre estes monumentos.


Restaurantes

Outro ponto alto da cidade é a culinária catalã. As famosas tapas são aperitivos deliciosos. Dentre as várias opções de estabelecimento, vou destacar apenas três restaurantes (para todos os bolsos), localizados no bairro de Eixample e próximos do hotel recomendado.

Etapes: restaurante minúsculo, porém fenomenal. Excelente comida e com uma apresentação dos pratos digna de uma estrela Michelin. Ótima carta de vinhos e com bons preços. O restaurante é indicado pelo guia Michelin, apesar de não ser estrelado, ele é classificado como “Bib Gourmand”, o que significa boa comida e ótimo preço. Recomendo fortemente.


Casa Calvet: mais uma obra de Gaudí. O ambiente é muito harmonioso e aconchegante, muito bem cuidado de perto pela Dona. Apesar disso, os preços são camaradas, especialmente no almoço. Ótima carta de vinhos e com bons preços. Vale a pena conhecer.


Lasarte: atualmente com três estrelas Michelin, 2017, esse restaurante figura entre os melhores que já visitei na Europa. Se em 2013 ele já era bom – na época ele tinha “apenas” duas estrelas – agora ele ficou ainda melhor. O Chefe Martin Berasategui é um dos ícones da culinária espanhola e mundial. Problema: é muito caro! Mas para os amantes da boa comida e do bom atendimento vale o sacrifício. Reservar com antecedência é obrigatório.


Futbol Club Barcelona

O time do Barcelona é o orgulho da cidade. Para os amantes do futebol, a visita ao estádio (e ao museu) é obrigatória. Se você gostar de futebol e conseguir assistir algum jogo, melhor ainda. Se for um da Champions League, “não tem preço”. Tive a oportunidade de ir ao jogo entre Barcelona e Juventus pelas quartas de finais em 2017: fenomenal! Você pode adquirir o ingresso no site do clube site, tranquilamente. Outra coisa: no dia de jogos e, por vezes na véspera, existem mudanças nos horários de visita do estádio e do museu. Programe-se com antecedência.

Bairro antigo
Vale a pena um passeio a pé e sem pressa através do centro histórico. Fica a poucos minutos do hotel recomendado, caminhando. A Catedral da cidade fica lá. A famosa Avenida La Rambla também (avenida muito cheia, que particularmente não gostei, mas tire suas próprias conclusões). Caminhe sem pressa e chegue à avenida beira- mar: o Port Olímpic ficará a sua esquerda. Destaco ainda dois pontos turísticos na cidade velha:


Museu Picasso

Situado no centro histórico, este pequeno museu é muito rico e bem cuidado. Você terá uma ótima noção sobre a obra de Picasso. Sempre muito cheio, assim, reservar com antecedência é quase obrigatório.

Palau de la Música Catalana
Talvez um dos “teatros” de música mais belo que já visitei. O mosaico da cúpula e a acústica do teatro são espetaculares. Vale a pena uma visita guiada que dura cerca de uma hora. Imperdível.


Montjuic

Bairro no alto e com um vista maravilhosa da cidade. Lá, visite o Castelo (nada demais, mas a vista da cidade vale cada centavo), o estádio olímpico e o parque. Dica: vá de táxi, cerca de 10 euros partindo do bairro Eixample, e volte de bondinho, furnicular e metrô, nesta sequência. A volta sairá mais cara, mas vale a pena o passeio e a vista. 


Vinícolas

A Região de Penedès, ao sul de Barcelona, produz as famosas “Cavas”, o vinho espumante espanhol mais famoso. Dentre as várias companhias, opte pela visita à Codorniú, uma das mais belas vinícolas que já visitei, sem dúvida. O local é realmente único. O agendamento é obrigatório pelo site. Você pode optar por ir de carro saindo de Barcelona (cerca de 45 km) ou se hospedar na pequena cidade de Villa Franca de Penedès. Sugiro o Hotel Mastinell (Cava & Hotel Mastinell) que fica na periferia desta pequena cidade e no meio dos vinhedos. A arquitetura do hotel é ímpar e o restaurante é ótimo e muito barato. Outro ponto positivo, o hotel fica a 40 minutos de carro do aeroporto de Barcelona, El Prat, sem a necessidade de atravessar a cidade, haja vista que o aeroporto é ao sul de Barcelona. Ótima opção para o último dia de viagem, prestes ao retorno ao Brasil.


Madri e outras cidades da Espanha

Se você quiser continuar sua visita pela Espanha, você poderá fazê-lo de trem rápido partindo da moderna Estação Sants, no centro de Barcelona. Você tem à disposição trens de alta velocidade (Empresa RENFE) com destino às principais cidades da Espanha. Destaco a ligação direta com a capital espanhola, numa viagem tranquila, rápida e agradável.

Catalunha
Existem vários outros passeios em Barcelona e na região da Catalunha que não foram comentados aqui, como exemplos, a cidade de Girona e o famoso Montserrat. De todo modo, acredito ter repassado algumas informações importantes sobre essa fantástica região. Não deixe de visitá-la. Boa viagem!

MJR

Investir Cada Vez Melhor © 2020. All rights reserved. Desenvolvido por PortalQuest Interativa

Copyright © 2020. Investir Cada Vez Melhor - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por PortalQuest Interativa.