Bolsa de Valores

Ao ler a reportagem abaixo, mesmo que não tenha mostrado nenhuma novidade, fiquei muito inquieto ao recordar da vexatória realidade do mercado nacional de ações. Menos de 0,3% dos brasileiros investem diretamente na bolsa – a “seleta” população carcerária é maior. Nos Estados Unidos mais de 65% da população investe em ações. Por que tanta discrepância? Quem são os verdadeiros culpados desta medíocre participação da população no mercado de capitais?... Veja alguns pontos e você verá que todos são culpados, desde o Governo Federal até os pequenos investidores.

1. É fato que um forte e sólido mercado de capitais é primordial para o sucesso de qualquer país. Através do mercado primário (IPO), as empresas captam recursos financeiros “baratos” para os novos investimentos, que geram riqueza, crescimento, impostos, empregos e bem estar da população. Todos ganham. Sem o mercado de ações, as companhias precisam tomar empréstimos nos bancos, pagando juros abusivos, ou serem subsidiadas pelo BNDES. Neste último caso quem paga a conta? É claro, o contribuinte!

2. O Governo Federal tem muita culpa, pois vive se intrometendo onde não deve, gerando incertezas e desconfiança dos investidores – a derrocada do setor elétrico é o caso mais recente. Uma crise de credibilidade é o pior cenário para se investir num país... Ao invés de cometer as sucessivas mazelas, o Governo deveria se preocupar em promover incentivos, baixando os impostos, especialmente para os investimentos de longo prazo, além de criar outros benefícios fiscais para o mercado acionário. Atualmente, a abertura de capital por uma empresa é extremamente onerosa e inviável para a maioria das pequenas empresas.

3. Especulação. No Brasil, infelizmente, o efeito especulativo inerente ao mercado de renda variável, é muito exagerado. A maioria dos participantes, pessoas físicas, instituições financeiras, estrangeiros, pequenos e grandes investidores, pensa apenas no curto prazo, o que é trágico para o sucesso da bolsa no longo prazo... A volatilidade é incrível: o preço de uma ação pode oscilar 40% numa semana. Eu pergunto: qual a mudança de fundamento de uma empresa que tem o poder de alterar o valor de uma ação de um dia para o outro nesta magnitude? É óbvio, nenhum.  Tudo não passa de uma “manipulação suja” promovida pelos grandes investidores (é verdade, quase sempre dentro da lei), sedentos por lucros de curto prazo.

4. A Bovespa também é culpada. Em nome da “transparência”, ela frequentemente cria mecanismos que favorecem o processo especulativo.  Foi assim, com as ações da Eletropaulo e da OGX. Outra coisa, há 5 anos a direção da Bovespa tinha o objetivo de alcançar 5 milhões de investidores até 2014, hoje em menos de 600 mil, mesmo patamar de 2008. Cadê os investidores?... No mínimo faltou competência em buscar o objetivo traçado.

5. A Comissão de Valores Mobiliários tem culpa? Difícil afirmar; mas o caso da OGX é no mínimo suspeito. Será que todas as falsas perspectivas da empresa passaram despercebidas pelo orgão durante os últimos anos?... É sempre bom relembrar que a CVM deveria fiscalizar as companhias e seus balanços, garantindo a transparência do mercado e o direito dos minoritários.

6. O pequeno investidor também não está isento de culpa. Os motivos? São vários, veja:

O brasileiro não tem a cultura de investimentos. Fomos ludibriados nas últimas décadas pela facilidade dos lucros obtidos em investimentos em renda fixa. Todavia, a festa do lucro fácil e sem risco está acabando!
O pequeno investidor não tem o conhecimento necessário para enfrentar o mercado financeiro. Aqueles que se aventuram, perduram por muito pouco tempo.
Sofre do mesmo mal que os grandes investidores: almeja ganhar apenas no curto prazo. Como não tem experiência, são raros os casos de sucesso. A maioria dos brasileiros sequer tem dinheiro para investir e comumente estão atolados em dívidas.

7. Desta vez, nem podemos colocar a culpa nas crises externas, pois lá as bolsas estão batendo recordes e mais recordes. Algumas economias, como a americana, estão em plena recuperação.

Assim posto, fica fácil entender por que o IBOV não sai do lugar: incompetência do Governo Federal e da Bovespa, a ganância dos investidores e a falta de educação financeira dos brasileiros. Qual o prognóstico?... Se nada for feito, sombrio. Lamentável! MJR

http://www.infomoney.com.br/blogs/blog-da-redacao/post/3071109/tem-mais-brasileiros-cadeia-que-bolsa-por-que-tanta-aversao